Portal do Governo Brasileiro
  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Bacharelado em Ciência e Tecnologia de Alimentos

Dados do Curso
Habilitação: Bacharel em Ciência e Tecnologia de Alimentos
Modalidade: Bacharelado
Duração do curso: 8 semestres
Regime: Semestral
Turno: Noturno e aos sábados no turno Matutino
Público-alvo: Concluintes do Ensino Médio
Total de vagas: 30 (trinta) ofertadas anualmente
Autorização de Funcionamento: Resolução n° 20, de 16 de setembro de 2013
Coordenadora: Simone Silva Machado (Lattes)
Telefone: 3514-9554
E-mail: cba.inhumas@ifg.edu.br

 

Índice:

Objetivos gerais do curso
Objetivos específicos do curso
Perfil profissional
Habilidades e competências
Mercado de trabalho/ Campo de atuação
Matriz Curricular
Legislação Acadêmica da Graduação

 

Objetivos gerais do curso [Índice]
Formar profissionais dotados de conhecimentos técnico-científicos na área de alimentos, para atuarem na obtenção, transformação e beneficiamento das matérias-primas de origem animal e vegetal.

Objetivos específicos do curso [Índice]

- Proporcionar ao aluno conhecimentos científicos e tecnológicos necessários para torna-los apto a desempenhar funções como Bacharel em Ciência e Tecnologia de Alimentos;
- Formar profissionais com capacidade empreendedora;
- Permitir o desenvolvimento do espírito crítico, do trabalho em equipe, da capacidade de liderança e da criatividade dos alunos;
- Despertar, desde o início do curso, a curiosidade do aluno em relação às necessidades do setor alimentício;
- Incentivar o desenvolvimento de pesquisas como complemento educativo, despertando o senso investigativo e a aplicação dos conhecimentos teóricos na prática;
- Permitir que o aluno pratique os conhecimentos adquiridos durante o curso pela prática de estágios, atividades complementares e trabalho de conclusão de curso;
- Incentivar o aluno na organização e participação de eventos e projetos de extensão;
- Contribuir para a formação humana, ética, política e cultural do aluno.

Perfil profissional [Índice]
O curso pretende oferecer formação nas disciplinas voltadas a ciência e tecnologia de alimentos, integrando conhecimentos voltados a gestão industrial e de pessoas. O profissional dominará os principais processos relacionados à conservação e transformação de alimentos, com visão global e estratégica do setor industrial.

Habilidades e competências [Índice]

- Gerenciar projetos agroindustriais nos aspectos tecnológicos, econômicos, ambientais e de rastreabilidade;
- Gerenciar, implantar e executar programas e ferramentas de qualidade na indústria alimentícia;
- Monitorar processos que visem à segurança alimentar e nutricional;
- Realizar, interpretar e assumir a responsabilidade técnica em análises químicas, físicas, bioquímicas, bromatológicas, microbiológicas, toxicológicas e sensoriais de matérias-primas, insumos e alimentos;
- Pesquisar, desenvolver e inovar processos, produtos e serviços na área de Tecnologia de Alimentos;
- Planejar e organizar o ambiente de trabalho, garantindo o bom andamento das atividades do setor, a saúde e o bem-estar dos colaboradores;
- Aplicar legislação reguladora das atividades relacionadas à área;
- Contribuir para evitar a poluição e degradação ambiental, utilizando tecnologias e processos adequados, além de aproveitar ou tratar adequadamente os resíduos do processo;
- Prestar consultoria ou assessorar em capacitação de pessoal, qualificação de fornecedores, auditorias, padrões de qualidade, normas e legislação sanitárias e padrões para exportação de produtos;
- Realizar atividade de docência em cursos da área;
- Fiscalizar empresas do setor alimentício, quando prestar serviços a órgãos governamentais;
- Realizar vendas técnicas de equipamentos e insumos da área de alimentos.

 

Mercado de trabalho/ Campo de atuação [Índice]
A formação em Ciência e Tecnologia de Alimentos possibilitará aos profissionais atuarem em diversos setores:

- Indústrias alimentícias de produtos agroindustriais;
- Empresas de armazenamento e distribuição de alimentos;
- Indústrias de aproveitamento de resíduos agroindustriais;
- Instituições de pesquisas científicas e tecnológicas, como colaborador e como professor de disciplinas de sua área de formação, caso tenha complementação pedagógica;
- Empresas do ramo alimentício como padarias, restaurantes, hotéis, supermercados, frigoríficos, cozinhas industriais e hospitalares, escolas, dentre outros, prestando serviços técnicos especializados;
- Laboratórios de análises físico-químicas, sensoriais, microbiológicas e de determinação analítica da constituição química dos alimentos e suas propriedades alimentares de produtos de origem animal e vegetal;
- Instituições de inspeção sanitária;
- Empresas de consultoria para elaboração de projetos, programas de trabalho e de processos industriais em conjunto com demais profissionais de áreas afins.

Documentos em anexo [Índice]

Fluxograma dos componentes curriculares do curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos